Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Resoluções aprovadas no 67º Coneg refletem período de resistência e união

28/03/2019 às 11:03, por Renata Bars.


Mais de 600 lideranças estudantis de todas as regiões do país reunidas debateram as principais preocupações da juventude brasileira acerca do atual momento do país

De 22 a 24 de março, mais de 600 lideranças estudantis de todas as regiões do país reunidas em São Paulo durante o 67º CONEG da UNE refletiram as principais preocupações da juventude brasileira diante o atual cenário de retrocessos do governo Bolsonaro. A reforma da previdência, que prejudica os trabalhadores mais pobres, o sucateamento da educação, e o papel da juventude nas lutas foram os principais temas debatidos com a colaboração de professores, pesquisadores e representantes de centrais sindicais e do movimento social e educacional.

Os delegados, representantes eleitos em suas universidades, aprovaram três resoluções: uma de conjuntura política, uma resolução de educação e outra resolução de movimento estudantil.

No que tange à conjuntura, os estudantes entendem que a pressão popular é essencial para enfrentar o discurso da nova direita que governa o Brasil.

”Diante do reagrupamento das forças reacionárias no país, a questão principal é a união de amplas forças políticas, sociais, econômicas e culturais, do campo democrático, nacionalista e popular, para se opor às políticas antipovo do governo federal. É no caminhar de uma ativa resistência nas ruas, no parlamento, na luta de ideias, que resistiremos a tempos tão duros”, diz o documento.

Na educação, a resistência e união também são citadas, já que se trata de um setor estratégico para o desenvolvimento nacional, e segundo os estudantes, deve ser amplamente defendido. O corte nos investimentos, os efeitos do Novo Fies e a ameaça de militarização das escolas são alguns pontos tratados como urgentes.

”O próximo período será marcado por lutas fundamentais no movimento estudantil. A defesa da educação, do ensino básico à universidade, exige o fortalecimento das entidades estudantis junto aos movimentos sociais e os setores organizados da sociedade. É hora de forjar a mais ampla unidade social e política no enfrentamento ao bolsonarismo para manter nossa juventude viva, sonhando e ocupando os espaços públicos. Só assim, nesse ato de resistência, conseguiremos garantir nossos direitos, articulando as nossas lutas com as lutas dos trabalhadores, no Brasil, na América Latina e no mundo.”

Para o movimento estudantil, a palavra de ordem é uma velha conhecida da UNE: resistir. O fortalecimento dos encontros de frentes e diretorias foi relembrado. A construção do 8º EME, da 11ª Bienal e de tantas passeatas e lutas durante o último período estão no documento para impulsionar as batalhas que estão por vir.

”A UNE deve se manter atenta aos diversos processos de pesquisas eleitorais para reitorias das universidades e institutos federais, garantindo a plena participação dos estudantes e combatendo as tentativas do governo Bolsonaro de impor seus candidatos contra a vontade da comunidade universitária. A UNE estará junto aos estudantes nas mobilizações em defesa da autonomia universitária. A UNE foi capaz de atravessar oito décadas superando os desafios impostos a cada geração por contar em sua organização com uma grande pluralidade de opiniões e correntes políticas, enraizadas nas universidades. Toda essa diversidade constitui em uma grande riqueza para os estudantes brasileiros faz com que sua entidade máxima seja uma grande síntese do Brasil”, finaliza a resolução de educação.

Dez moções consensuais saíram desta edição do Coneg. A ”Carta de São Paulo” também foi assinada pelos estudantes com conteúdo fortemente político. O regimento do 57º Congresso da UNE foi outra aprovação neste Conselho.

Você pode conferir este e os outros documentos aqui:

Resoluções-do-67°-Conselho-Nacional-de-Entidades-de-Gerais-da-União-Nacional-dos-Estudantes

Regimento-do-57º-Congresso-da-União-Nacional-dos-Estudantes CARTA-DE-SÃO-PAULO-DO-67º-CONEG-OK

CARTA-DE-SÃO-PAULO-DO-67º-CONEG-OK

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo