Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Realce: mostra de música da Bienal busca inspiração em renomado disco de Gil

14/12/2018 às 17:24, por Renata Bars.


Álbum foi lançado em 1979, ano de reconstrução da União Nacional dos Estudantes

Quem tem os ouvidos apurados já sabe que de 6 a 10 de fevereiro de 2019 a 11ª edição da Bienal dos Estudantes desembarca em Salvador para levar cultura e informação aos mais de 10 mil  jovens que passarão pelo festival. Já quem tem os ouvidos apurados e musicais sabe que se tem Bienal, tem som rolando! Desta vez, a mostra de música do evento vem temperada na baianidade com inspiração no disco Realce, lançado em 1979 por Gilberto Gil.

Em uma feliz coincidência, o lançamento do álbum ocorreu no ano em que a UNE foi reconstruída, também em Salvador,  logo após o enfraquecimento do regime militar no Brasil.

‘’São coincidências históricas que nos fazem  pensar tanto no papel de Gil na música e cultura brasileira, quanto na importância da UNE,  no trabalho que a entidade faz com os estudantes Brasil afora’’, falou a coordenadora da mostra, a mestranda em Cultura e Sociedade pela UFBA Maria Emília Ribeiro.

Para ela, estar à frente da coordenação da mostra de música é um dever especial. ‘’ A Bienal volta à Salvador para reencontrar esse Brasil que precisa dar as mãos. A cultura e a diversidade precisam estar  no centro do debate para criarmos forças e seguirmos em frente nesses tempos tão sombrios’’, falou a estudante.

O cantor baiano é também o homenageado principal da 11ª Bienal, que tem como tema ‘’Gilberto Gil, um reencontro do Brasil’’, reafirmando a resistência por meio da festa e da alegria.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

A inscrição de trabalhos é gratuita. Mas se você quiser garantir sua ida ao maior festival estudantil da América Latina, você poderá fazer a sua inscrição individual aqui e, caso o seu trabalho seja selecionado, o pagamento da taxa será devidamente estornado. Os trabalhos podem ser inscritos até o dia 1º de janeiro de 2019.

O valor da taxa de inscrição é de R$100 até o dia 20 de dezembro de 2018; de R$150 do dia 21 de dezembro de 2018 até 6 de fevereiro de 2019 e de R$200 na data da atividade.

Caso o seu trabalho não seja selecionado, não haverá devolução da taxa de inscrição. Você, no entanto, estará com a inscrição confirmada e terá direito a alojamento e acesso a todas as atividades da Bienal.

Na mostra de música serão selecionados no máximo 8 trabalhos. A organização do festival fornecerá toda a infraestrutura de palco (microfones, amplificadores, caixas de som, etc.) para a apresentação dos grupos, cabendo a cada um deles utilizar apenas seus próprios instrumentos (exceto bateria).

A divulgação dos selecionados será realizada a partir do dia 20 de janeiro, no site da UNE.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo