Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Mostra de Audiovisual quer exibir ousadia estudantil na telona

09/01/2019 às 17:12, por Cristiane Tada.


Inscrições estão abertas para curtas de 3 a 15 min; Lázaro Ramos é o homenageado dessa 11º Bienal

A Mostra selecionada de Audiovisual da 11º Bienal da UNE- Festival dos Estudantes vai selecionar curtas metragens de 3 até 15 minutos. No audiovisual a quantidade de trabalhos depende do tempo total de exuibição dos filmes selecionados.

A coordenadora da Mostra e diretora de Cultura da UNE, Dani Rebelo, afirmou que aguarda dessa seleção influências de cada parte do país que o Nordeste receberá de braços abertos. E citou o mais importante representante do cinema novo como inspiração.

“Glauber Rocha falava que arte não é só talento, que é preciso ter muita coragem. Acho que sobretudo ele representa a juventude e se a gente for falar de cinema baiano não temos como não lembrar desse cinema que ele influenciou, que é um cinema feito com a cara e a coragem, um cinema independente, que fala sobre a realidade do povo brasileiro, sobre o que o Nordeste representa para o país. Eu acho que por essa Bienal ser aqui isso influencia os estudantes a querer mostrar um trabalho que tem a cara do Brasil. Reencontrar um cultura que não é feita só para o mercado. Por que é uma mostra estudantil e o tempo que temos para ousar é agora que somos jovens e aprendendo a fazer”, destacou.

Gláuber no passado, Lázaro no presente

Apesar da lembrança constante a Glauber, o homenageado desta edição é o ator, apresentador e cineasta baiano Lázaro Ramos. “Vamos exibir na Mostra convidada alguns filmes que ele teve participação de diferentes maneiras, porque ele começou com ator de teatro, depois filme e depois para a TV. Agora também recentemente foi co-diretor de um filme. Então tentamos diversificar na Mostra as suas atuações”, explicou.

Um homenageado jovem que deve aproximar o público da Bienal. Dani destaca que o escolhido é muito bem visto pela juventude, tanto com os jovens da política quanto a juventude em geral.

“Porque ele começou muito novo aqui na cidade de Salvador, começou no teatro, no cinema e que conseguiu com o tempo ganhar uma relevância muito grande. E começou de uns tempos para cá, isso ele mesmo fala, começou a incorporar no seu debate falas políticas, escreveu um livro em 2017 ‘Na minha pele’, que fala sobre ele enquanto homem negro e jovem.”

Além de homenageado Lázaro é convidado dessa edição da 11º Bienal. “Acho que a impressão que todo mundo tem dele é que ele batalhou muito para chegar onde chegou, mas ele também fala que não conseguiria com ajuda de boas pessoas que encontrou pelo caminho. Queremos ouvir essas histórias”.

INSCREVA SEU TRABALHO

A inscrição de trabalhos é gratuita. Mas se você quiser garantir sua ida ao maior festival estudantil da América Latina, você poderá fazer a sua inscrição individual aqui e, caso o seu trabalho seja selecionado, o pagamento da taxa será devidamente estornado. Os trabalhos podem ser inscritos até o dia 10 de janeiro de 2019.

O valor da taxa de inscrição é de R$100 até o dia 10 de janeiro de 2019; de R$150 do dia 11 de janeiro de 2019 até 6 de fevereiro de 2019 e de R$200 na data da atividade.

Caso o seu trabalho não seja selecionado, não haverá devolução da taxa de inscrição. Você, no entanto, estará com a inscrição confirmada e terá direito a alojamento e acesso a todas as atividades da Bienal.

Leia o REGULAMENTO DA 11º BIENAL DA UNE. 

SERVIÇO

O que? 11ª Bienal dos Estudantes
Quando? 6 a 10 de fevereiro de 2019
Onde? Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Salvador
Mais informações aqui.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo