Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Mostra de Artes Cênicas da 11º Bienal quer exibir micropotências do país

18/12/2018 às 17:39, por Cristiane Tada.


Inscrições para espetáculos de dança, teatro e circo podem ser feitas até dia 01 de Janeiro de 2019

As inscrições para a Mostra de Artes Cênicas da 11º Bienal da UNE – Festival dos Estudantes estão abertas. Serão selecionados até 15 espetáculos: 5 de dança, 5 de teatro e 5 de circo.

De acordo com a coordenadora da Mostra de Artes Cênicas, Daline Ribeiro, da UFPI, o conceito da seleção este ano será micropolíticas e micropotências, ou seja, pessoas que se juntam com seus pares e fazem acontecer e mudam pequenos contextos.

“Pessoas que se juntam para fazer acontecer, elas acham que só estão mudando o seu contexto, mas acaba virando algo macro. A galera que se junta, por exemplo, para conseguir um dinheiro e vir para a Bienal. Aquele grupo de malabares que vão no semáforo pedir dinheiro, os atores de rua que estão nos metrôs para tentar se manter. Esse é o chamado da Bienal este ano as micropotências e arte como sobrevivência”, explicou.

Daline explica que o conceito é só um Norte artístico e que a curadoria será livre para escolher pessoas que estão tentando resistir pela arte. Fará parte da curadoria a atriz e gestora cultural Maria Marighella. Neta do famoso guerrilheiro, Maria traz na bagagem experiência na Funceb e Funarte.

“Ela é um supernome no teatro nacional”, afirmou Daline.

As mostras convidadas ainda não estão confirmadas, mas a coordenadora afirma que a ideia é trazer apresentações de relevância para os jovens artistas, que sirva de inspiração e exemplo. Daline também deseja espetáculos que reflitam o contexto de sociedade que vivemos e mostrem pelo viés artístico seja na dança, no circo ou no teatro.

“Estamos propagando as inscrições para que a gente consiga conhecer as produções artísticas que estão acontecendo. Um dos principais objetivos da Bienal, além de ser uma vitrine artística para saber o que os estudantes estão produzindo nas universidades, é fazer rede. A gente ter contato com eles, eles com a gente, e conseguir formar uma rede de apoio”, destaca.

E falando de vitrine, a Bahia é “o” lugar?

Ela ressalta que além da Bienal ser esse berço cultural do Brasil onde estarão estudantes de todo o país, secundaristas, universitários e pós-graduandos, estarão artistas convidados de todas as linguagens, o que é interessante porque de acordo com a estudante a arte hoje está muito entrelaçada e tudo dialoga com tudo, cada um com sua particularidade.

“Estamos esperando de 10 a 15 mil estudantes e é um privilégio apresentar um trabalho seu, construído na raça, produzido com seus amigos, fazendo vaquinha ou como seja, e apresentar na Bienal da UNE”.

Muitos atos de um dramaturgo engajado

O homenageado desta edição da Mostra é prata da casa, o dramaturgo mineiro João das Neves falecido este ano. João foi do Centro Popular de Cultura, o CPC da UNE que na década de 60 produzia o que existiu de mais interessante na cultura brasileira engajada. Depois disso ele ajudou a criar o Grupo Opinião que funcionou até 1984 com vários nomes de destaque da época. Além de apresentações de protesto contra o regime militar o grupo teatral funcionava também como um núcleo de estudos difusão da dramaturgia nacional e popular.

João participou da Caravana da UNE em maio. Em entrevista ao site da UNE ele contou sobre censura às peças do Opinião e falou da produção atual. “Arte é transgressão, novela cria bundões que acham que é natural apenas o que se passa ali”.

Leia na íntegra AQUI.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

A inscrição de trabalhos é gratuita. Mas se você quiser garantir sua ida ao maior festival estudantil da América Latina, você poderá fazer a sua inscrição AQUI e, caso o seu trabalho seja selecionado, o pagamento da taxa será devidamente estornado. Os trabalhos podem ser inscritos até o dia 1º de janeiro de 2019. Leia o regulamento da 11º Bienal da UNE.

O valor da taxa de inscrição é de R$100 até o dia 20 de dezembro de 2018; de R$150 do dia 21 de dezembro de 2018 até 6 de fevereiro de 2019 e de R$200 na data da atividade.

Caso o seu trabalho não seja selecionado, não haverá devolução da taxa de inscrição. Você, no entanto, estará com a inscrição confirmada e terá direito a alojamento e acesso a todas as atividades da Bienal.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo