Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Em reunião no MEC, UNE exige o descontingenciamento de verbas nas federais

08/08/2019 às 14:43, por Renata Bars.


Valor já soma R$6,1 bilhões; Universidades estão com o funcionamento ameaçado

Na noite da última quarta-feira (7), representantes da UNE participaram de reunião com o ministro da educação Abraham Weintraub, em Brasília, e exigiram o fim do contingenciamento de verbas nas universidades e institutos federais. O convite do encontro veio do próprio ministro que recebeu uma carta de reivindicações assinada pela entidade e mais 200 DCEs, CAs e UEEs de todo o país.

Para nós, essa reunião foi uma resposta às mobilizações dos estudantes e intervenções que a UNE tem feito nas ruas exigindo que os estudantes sejam ouvidos. Nós apresentamos ao ministro a necessidade urgente de que o dinheiro da universidade pública seja devolvido, de que as bolsas que foram cortadas sejam devolvidas. Além disso, demonstramos nossa total discordância com o projeto Future-se, porque a essência dele é sim uma dependência da universidade pública ao financiamento privado”, falou o presidente da UNE Iago Montalvão.

O encontro durou cerca de uma hora e meia e contou também com a presença do secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel.

Contudo, segundo o presidente da UNE, a reunião foi pouco produtiva.

‘’O ministro não apresentou nenhuma perspectiva do que vai ser feito a respeito do corte de verbas, tergiversou muito sobre isso. Falou muito sobre sua própria história e nós deixamos claro de que não se trata de um projeto individual. Nós queremos tratar o projeto de universidade desejado pelos estudantes, e o projeto que o MEC apresenta não é o projeto que a gente quer. Não é o projeto que dialoga com a comunidade, de uma universidade popular, que continue em expansão e que tenha toda sua produção voltada de fato para o povo brasileiro’’, finalizou.

Hoje o valor contingenciado nas universidades e institutos federais já soma R$6,1 bilhões. Muitas instituições já afirmaram publicamente o risco de pararem suas atividades devido a falta de investimento.

LUTA NAS RUAS

No próximo dia 13 de agosto, os estudantes continuam a luta em defesa da educação nas ruas. O novo ‘’Tsunami’’ está marcado para acontecer em todo país. Verifique a lista de atos e participe:

 

 

 

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo