Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

ENTIDADES SE UNEM EM DEFESA DOS ROYALTIES DO PETRÓLEO PARA EDUCAÇÃO

Na tarde desta quinta-feira, (8/8), a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) reuniu as principais entidades da educação em Brasília para  um ato público em defesa da destinação de 75% dos royalties do petróleo para a educação e a aprovação do projeto de acordo com o elaborado pela Câmara.

Estiveram presentes Patrique Lima, da UNE, Vivian Melcop, da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Edite Afonso Silva, do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (CONSED) , Professor Remi Castioni, da
Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes), Trajano Jardim, da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (CONTEE) e Daniel Cara, da Campanha Nacional Pelo Direito à Educação.

O presidente da CNTE, Roberto Leão, afirmou que o objetivo do ato é recarregar as baterias para enfrentar o debate sobre a destinação dos royalties do petróleo na Câmara. “A proposta que está no Senado e é apoiada pelo governo não vai alterar o quadro da saúde e da educação no país”.

Leão convocou todas as entidades para fazer pressão nos representantes. No dia 13/08 haverá um ato no espaço Mário Covas da Câmara dos Deputados, às 15 hs, com deputados de todos os partidos que defendem o projeto do relator André Figueiredo (PDT-CE).

Patrique Lima, da UNE, lembrou que o petróleo precisa deixar um legado para o país e que até 2022 a juventude representará o maior percentual da população, com 50 milhões de jovens. “Essa é a hora de investir”, destacou.

Vivian, da Undime, alertou que a mídia vem polarizando a questão da gestão da educação pública conforme o interesse do governo, apresentando dados frágeis e desatualizados e que a UNDIME tem buscado esclarecer uma série de estudos que vem sendo publicados nos últimos dias, como as da Controladoria Geral da União e do Tesouro Nacional. 

Assista a cobertura:

Do site da CNTE

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo