Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

AMAZONAS: UEA GANHARÁ NOVA CIDADE UNIVERSITÁRIA

O governador do estado do Amazonas, Omar Aziz, anunciou noúltimo dia 12 de julho a construção de uma nova cidade universitária para a Universidade Estadual do estado (UEA). O projeto, que contará com investimentoinicial de R$ 300 milhões, será construído na margem direita do rio Negro, na Região Metropolitana de Manaus.

Os estudantes amazonenses receberam a notícia com alegria,porém queixaram-se de não terem sido consultados para contribuir com o projeto.“A UEM é nossa principal universidade e recebe estudantes de todo o Amazonas.Estamos felizes, mas achamos fundamental que os estudantes participem dessedebate para que possam levar suas contribuições”, afirmou Beatriz Calheiro,presidente da UEE Amazonas.

Durante o lançamento, o governador Omar Aziz, destacou a importância do projeto para estudantes que se deslocam do interior para estudar na capital. “Espero que possamos consolidar a UEA e que os alunos que chegam à capital possam ser alojados e depoisretornar à cidade de origem qualificados”, afirmou.

A primeira reivindicação feita pelos estudantes diz respeito ao transporte até o local onde será construída essa nova cidade universitária. De acordo com Beatriz, o acesso ao local, principalmente para residentes dasperiferias, é dificultado pela falta de transporte. “Queremos pensar em conjunto com o governador uma proposta de transporte integrado até o local, sem que hajacusto adicional aos estudantes”, explicou a presidente da UEE.

O presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE-UEA),Janderson Teixeira, reforça a necessidade de diálogo “O projeto foi feito, mas os estudantes da UEA não foram ouvidos, acho o projeto genial, mas acredito quenós precisamos conversar com o governador”, enfatizou. 

Sobre o projeto

O espaço onde será construída a cidade universitária está localizado em Iranduba. A obra deve ter sua primeira etapa inaugurada no primeiro semestre de 2014, em uma área de 13 milhões de metros quadrados. A nova cidade terá ainda casas residenciais, comércio, serviços públicos, eixos viários, áreas de lazer e de turismo, entre outros elementos próprios de uma cidade urbana.

A Cidade Universitária reunirá todas as unidades da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) de Manaus em apenas um polo. Será construído ainda um hospital escola com 200 leitos, Vila Olímpica e CentroTecnológico de pesquisas.

O plano diretor prevê áreas para implantação de empreendimentos habitacionais, condomínios horizontais e verticais, comércios,shopping center e business center, destinados para atender a população que vai trabalhar a cidade.

Camila Hungria com agências

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo