Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

PM usa truculência na USP e detém 73 estudantes

Cerca de 400 policiais da Tropa de Choque da Polícia Militar de São Paulo cumpriram a ordem judicial e desalojaram mais de cem estudantes que ocupavam o prédio da Reitoria da Universidade de São Paulo (USP). A ação começou por volta das 5 horas da manhã e houve confronto entre as partes.

Há uma semana, o prédio era ocupado por estudantes da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciência Humanas (FFLCH). Ao todo, 73 estudantes, dos quais 24 mulheres, foram detidos e levados à delegacia. As chaves da reitoria foram entregues a um oficial de Justiça pelo comando da PM, responsável pelas informações.

Os estudantes tinham ocupado no dia 27 de outubro o edifício administrativo da FFLCH, em protesto contra o convênio USP-PM, proposto pela atual gestão da universidade. Na madrugada do dia 2 de novembro, um grupo de manifestantes, descontentes com a decisão da assembleia estudantil de se retirar do prédio da administração da faculdade, decidiu ocupar a reitoria.

Nesta segunda-feira (7), mais de 150 estudantes que estavam acampados no prédio, decidiram, em assembleia, manter a ocupação. A decisão foi tomada minutos antes do prazo dado pela Justiça para a desocupação do prédio sem o uso de força policial.

Em contrapartida, a administração da universidade se comprometeu a incluir os alunos nos debates sobre o convênio com a Polícia Militar e rever os processos administrativos envolvendo os estudantes e funcionários, mas já adiantou que manterá o convênio com a PM.

Os alunos presos foram levados para a 91ª Delegacia de Polícia, na zona oeste da capital paulista. Os estudantes foram transportados em três ônibus da Polícia Militar (PM), nos quais permanecem detidos e saem em grupos para prestar depoimento.

DCE divulga notas contra a ação policial

O Diretório Central dos Estudantes da USP (DCE-USP) divulgou algumas notas sobre os últimos ocorridos na universidade e também convoca, através do site oficial, estudantes a participarem de uma assembleia hoje, às 19h, no prédio de História e Geografia da FFLCH.

Acesse aqui para ler as notas do DCE-LIVRE

Da Redação

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo