Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Plenária final do 16º CLAE convoca jornada continental de lutas

Tags:

Mais um Congresso Latino Americano e Caribenho de Estudantes (CLAE) chega ao fim. Esses cinco dias de integração com mais de cinco mil jovens latino-americanos em Montevidéu, Uruguai, deixaram claro que ainda há muitos desafios pela frente. Mas, o grau de unidade estudantil alcançado neste 16º encontro permitiu vislumbrar a perspectiva de uma América Latina cada vez mais combativa e fortalecida, para juntamente com os demais setores sociais, lutar por uma educação pública e de qualidade e por todas as outras bandeiras do continente.

Só o Brasil deslocou mais de 700 jovens de todos os cantos do país. Para abarcar todo este contingente, Montevidéu se dividiu em diversos pólos juvenis. Muitos visitantes passaram a noite no Clube de Aguada, no Platense Patín Club, ou no Alpargatas, ex-edifício e agora propriedade da Faculdade de Química e Medicina da Universidade do Uruguai. Sem contar os albergues e hotéis lotados espalhados pela cidade.

Foram dezenas de conferências e debates simultâneos sobre diferentes temas, que variavam desde sociedade, educação e política até saúde, cultura e realidade latino-americana. Ao todo, 19 países estavam presentes, cada qual com suas cores e estandartes, movimentando a cidade e irradiando a esperança e a alegria.

E esse é o grande mérito do CLAE, reunir o maior número de representações estudantis do continente para juntos definirem as plataformas e agendas comuns para o próximo biênio. Dessa forma, foi aprovado de maneira consensual, por todas as organizações que são membros plenos e associados da OCLAE, um conjunto de resoluções, acordos, agendas, declarações e o documento central apresentados pelo Secretariado Executivo, cargo pelo qual a UNE permanecerá pelos próximos dois anos. (Leia aqui a declaração final do CLAE)

De igual maneira, a UBES e ANPG também foram reeleitas para mais um período no Secretariado Geral da OCLAE, responsáveis pelos movimentos secundaristas e de pós-graduandos, respectivamente, em todo o continente. A FEU, de Cuba, permaneceu na presidência.

Atualmente, a OCLAE reúne mais de 30 federações de estudantes de 23 países do continente, tem assento no conselho consultivo da ONU, participa do Instituto Internacional da UNESCO para Educação Superior da América Latina e Caribe (IESALC) e compõe a comissão de segmento da rede de ENLACES da UNESCO. Em 2009, desempenhou papel de destaque na Conferencia Mundial de Educação, que aconteceu em Paris, na França.

Vale ressaltar que a Plenária final aprovou a proposta da UNE e dos demais países em convocar uma grande Jornada Continental de Lutas, que será lançada junto com a greve geral do Chile, dia 24 de agosto, e prevista para acontecer em março de 2012. Para Mateus Fiorentino, representante brasileiro da OCLAE, a campanha da UNE ganhou destaque ao exigir do governo 10% do PIB e 50% do fundo social do Pré-sal para educação.

“O Congresso foi vitorioso porque mostrou que a juventude segue mobilizando para construir uma unidade na América Latina. Quando este congresso foi lançado, há 45 anos, havia três grandes características a serem cumpridas: ser massiva, popular e de qualidade. Todas elas, este ano, foram muito bem contempladas”, avaliou Mateus.

Marcha reúne milhares após plenária final

Uma grande marcha, reunindo milhares de estudantes, aconteceu após a Plenária Final para relembrar os estudantes mártires das ditaduras na América Latina. Cartazes e adesivos com os rostos dos principais líderes foram distribuídos para todos os presentes. Pelo Brasil, Honestino Guimarães foi o grande homenageado.

Essa marcha é organizada anualmente pela FEUU (Federação de Estudantes Universitários do Uruguai) em memória a Liber Arce, o primeiro mártir estudantil da ditadura uruguaia, morto em 1968, exatamente no dia em que a marcha aconteceu, 14 de agosto.

Confira os nomes dos novos representantes da OCLAE

Executivo

UNE – Brasil
FEU – Cuba
UNEM – Nicarágua
FEUE – Equador

Pleno

FEUU – Uruguai: Coordenador do Conesul
FEPE – Equador: Coordenador das áreas andinas
AEU – Guatemala: Coordenador da região da América Central
FED – República Dominicana: Coordenador da região do Caribe
FEUG – México: Coordenador da região da América do Norte
FUA – Argentina: Secretaria de Extensão
FUP – Porto Rico: Secretaria de Educação
ACEU – Colômbia: Secretaria de Movimentos Sociais
UBES: Secretaria de Secundaristas
ANPG: Secretaria de Pós-graduandos

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo