TÁ CHEGANDO A HORA! JUVENTUDE ÀS RUAS DIA 11 DE JULHO

UNE e movimentos sociais em defesa dos 10% do PIB para a educação pública

No último mês, milhares de jovens ocuparam as ruas do Brasil protagonizando uma grande onda de manifestações. Em uníssono, lutaram pela conquista de direitos e garantiram importantes vitórias. Acontece que a juventude, vestida e sonhos, não cansa e a luta ainda continua. No próximo dia 11/7, a UNE e movimentos sociais convocam toda a sociedade para colorir as ruas e avenidas, em uma grande marcha pela educação.

Em cada estado a atividade se dará de um jeito único. O que convergirá serão os 11 pontos de reivindicações nacionais, construídos de comum acordo com as centrais sindicais e movimentos sociais. São eles: transporte público de qualidade, reforma política com realização de plebiscito popular, reforma urbana, redução da jornada de trabalho para 40 horas, democratização dos meios de comunicação, 10% do PIB para a educação pública, saúde pública e universal, fim das terceirizações, fim dos leilões do petróleo e a reforma agrária.

Em São Paulo, as centrais unidas – Força Sindical, CUT, CTB, UGT e Nova Central – e diversos outros movimentos sociais que compõem a Jornada de Lutas da Juventude Brasileira, pretendem mobilizar passeatas nas principais rodovias do Estado, vias das marginais e a Avenida Paulista.

Para a presidenta da União Estadual dos Estudantes de São Paulo (UEE-SP), Carina Vitral, a unidade dos movimentos sociais é vista com muito entusiasmo. ‘’São movimentos políticos que há muito tempo vem lutando no Brasil pelos avanços conquistados nos últimos anos. Agora que o povo está organizado e vai para as ruas, essas entidades são essenciais pra que a gente consiga empurrar as mudanças ainda necessárias’’, contou.

A união entre estudantes, classe trabalhadora e população em geral pretende construir os maiores atos de protestos já vistos no país.

Segundo o integrante da direção nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), Raul Amorim, está havendo uma alteração subjetiva no ânimo da população, que perdeu o medo de se mobilizar. ‘’ Vamos voltar às ruas e parar o Brasil com a força da classe trabalhadora organizada nos movimentos sociais, sindicatos, associações, pastorais, partidos políticos para defender a reforma agrária e tantas outras demandas urgentes ‘’, disse.

A concentração da passeata na capital paulista acontecerá a partir do meio-dia no vão livre no Museu de Artes de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), na Avenida Paulista, 1578.

JUVENTUDE ÀS RUAS!

Jornada de Lutas da Juventude Brasileira

ABGLT, ANPG, APNS, ASSOCIAÇÃO CULTURAL B, BARÃO DE ITARARÉ, CONAN, CONEN, CONTAG, CONTEE, CONSULTA POPULAR, CTB, CUT, ECOSURFI, ENEGRECER, FEAB, FEDERAÇÃO PAULISTA DE SKATE, FORA DO EIXO, JPL, JPT, JUFRA, JUVENTUDE REVOLUÇÃO, JSB, LEVANTE POPULAR DA JUVENTUDE, MMM, MST, NAÇÃO HIP HOP, PASTORAL DA JUVENTUDE, PJMP, PJR, PCR, REJU, REJUMA, UBES, UBM, UJS, UNE, OCLAE, UNEAFRO, UNEGRO, UPES, VIA CAMPESINA.

Da Redação

Compartilhar: